domingo, 11 de janeiro de 2015

Poema # 43 - Ao Pé de Ti

Eu quero chegar até ti,
Nem sei bem como.
Ou porque falta-me o ar,
Da coragem no peito.
Ou talvez sei lá,...
Será falta de jeito.

Quero poder falar a ti,
E não me sai a voz,
Na garganta apertam
Os nós. Emudeço...
Como que à espera
De um sopro...

Quero poder olhar-te
Sem ser numa foto,
De um papel impresso
De impressões no verso.
E então, olho-te...
À espera do teu olhar.

Quero chegar a ti,
Agora, aqui.
No espaço, no tempo,
Quero poder chegar
Olhar e com a voz
Dizer... Amor.



Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

0 comentários :

Enviar um comentário