10 ANOS

Desde julho de 2007 a debater ideias e a defender causas.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Poema # 02 - A Jornada da Vida

De manhã pus-me a pé e caminhei,
Senti o orvalho e a brisa da manhã,
Sofri o calor abrasador do sol do meio-dia,
De novo caminhando, continuei.

Por entre desânimos e cansaços,  
Lágrimas, sorrisos, duvidas e certezas,
A jornada prosseguiu, chegou a tarde,
Já se avista a almejada chegada.

Creio ser mais importante que o começo,
E mais querido que o Destino,
É o Ser e o saber caminhar a jornada da vida,
Suportando as pedras e as quedas,
A fome, a sede, a dor e o cansaço.
No fim sentiremos saudades da partida!...

24/01/2012

Autor Filipe de Freitas Leal


Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

0 comentários :

Enviar um comentário