terça-feira, 29 de setembro de 2015

A Catalunha Empurra a Espanha para o Federalismo

Após os resultados eleitorais que deram a maioria à coligação Junts Pel Sí, liderada por Artur Mas,sendo uma aliança política formada pela CDC Convergência Democrática de Catalunha, ERC Esquerda Republicana Catalã, DC Democratas da Catalunha e pelo MES Movimento das Esquerdas, coligação esta que obteve 62 dos 138 lugares do Parlamento Catalão, contudo não obtiveram a maioria absoluta, que só é possível com o apoio do CUP Candidatura de Unidade Popular, que obteve 10 lugares no parlamento catalão, com este cenário, obtem-se assim os 72 lugares favoráveis ao Separatismo catalão, que somados à derrota eleitoral do PP, dão um sinal claro para a política espanhola de que o problema da Cesseção é real e que os cidadãos quer catalães, bascos e galegos sonham com uma pátria livre, ou pelo menos com uma nova organização politica que respeite a voz dos povos que formam a Espanha, ou por outras palavras, estão lançados os dados para um federalismo na Península Ibérica.

O Ex-Primeiro Ministro Aznar, já veio a público criticar duramente as politicas do atual governo de Mariano Rajoy afirmando no seu discurso que foram os independentistas que ganharam estas eleições.

Contudo, para além da tendência separatista, há um forte crescimento de partidos que pugnam por uma nova ordem e novos valores como o Podemos e o Ciudadanos, que têm vindo a crescer face aos partidos tradicionais, o que significa que doravante a política em Espanha não será mais como antes.

Assim deixamos abaixo a composição do Novo Parlamento Catalão, saído das eleições de 27 de setembro.
JxSÍ - Junts Pel Sí, 39,54 % (62 cadeiras)
C's - Ciudadanos, 17,93 % (25 cadeiras)
PSC - Partido dos Socialistas da Catalunha, 12,74 % (16 cadeiras)
CatSQP - Catalunha Sí Que és Pot, 8,94 % (11 cadeiras)
PP - Partido Popular, 8,50 % (11 cadeiras)
CUP - Candidatura de Unidade Popular, 8,20 % (10 cadeiras)







Abaixo, temos os logótipos dos partidos que compõe a coligação Juntos Pelo Sim, de Artur Mas, Oriol Junqueras, Joan Rigol entre outros.





Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

0 comentários :

Enviar um comentário