sábado, 30 de dezembro de 2017

Top 15 dos Livros Mais Vendidos no Brasil

A época de fim de ano, ou mais precisamente de Natal, é uma época festiva, e uma das principais tradições é oferecer prendas a familiares, amigos e a colegas de trabalho, sendo que um dos itens mais comprados e ofertados são precisamente os livros, fazendo aumentar o número de vendas.

Este ano iniciamos a lista de livros mais vendidos, neste post estão os livros mais vendidos no Brasil, segundo dados postados na página da Livraria Cultura, uma das mais prestigiadas livrarias de São Paulo.

1.º -  Sapiens - Uma breve história da Humanidade
de Yuval Noah Harari (historiador e escritor israelita)
Editado pela 'L&PM Editores'.
Ano 2015, 1ª edição, capa  mole, 464 pgs.
Tradução de Janaína Marcoantonio.
O autor aborda toda a história da humanidade, da Pré-história à atualidade, tudo à luz do presente, não apenas narrando factos, mas levantando questionamentos sobre a condição humana.


2.º -  Extraordinário
de Raquel Raramillo Palacio (escritora estadunidense)
Editado pela 'Editora Intrínseca'.
Ano 2013, 1ª edição, capa  mole, 320 pgs.
Tradução de Rachel Gavino.
Relata a história de um menino, que nasceu com uma doença congénita, e cresce sem conviver com outros meninos, sendo submetido a várias operações, o livro foi levado para as telas do cinema.

3.º -  Origem
de Dan Brown (escritor estadunidense)
Editado pela 'Arqueiro Editora'.
Ano 2017, 1ª edição, capa  mole, 432 pgs.
Tradução de Alves Calado.
Autor de O Código Da Vinci, Dan Brown continua a cativar leitores, desta feita, aborda as questões humanas, de onde viemos, e relata a história de um Professor, que chega ao museu de Guggenheim, onde se desenvolve o drama, que prende o leitor do principio ao fim.

4.º -  Abra seus olhos
de Tatiana Gebrael (médica oftalmologista brasileira)
Editado pela 'Buzz Editora'.
Ano 2017, 1ª edição, capa  mole, 208 pgs.
Originalmente escrito em português.
A Dra. Tatiana Gebrael, propõe neste livro, que podemos melhorar a nossa visão sobretudo a miopia, sem a necessidade de usar óculos e nem sequer submetermo-nos a cirurgias, mas sim através de um conjunto de exercícios visuais diários.

5.º -  O Homem mais inteligente da História
de Augusto Cury (psiquiatra, escritor e ensaísta brasileiro)
Editado pela 'Sextante'.
Ano 2016, 1ª edição, capa  mole, 272 pgs.
Originalmente escrito em português.
O autor, foca nos seus livros a inteligência multifocal como forma de conseguirmos ultrapassar os nossos obstáculos e vencer desafios, este é considerado um dos mais importantes livros segundo o próprio autor.

6.º -  Homo Deus - Uma breve história do amanhã
de Yuval Noah Harari (historiador e escritor israelita)
Editado pela 'Companhia das Letras'.
Ano 2016, 1ª edição, capa  mole, 448 pgs.
Tradução de Paulo Geiger.
O autor, concentra neste livro, a ciência, a filosofia e a história, trazendo-nos questionamentos, usando o passado histórico como mera referência de onde viemos, o presente como realidade vital do que fazemos e o futuro como objetivo de saber para onde vamos.

7.º -  Outros jeitos de usar a boca
de Rupi Kaur (poetisa feminista, indo-canadiana)
Editado pela 'Planeta do Brasil'.
Ano 2017, 1ª edição, capa  mole, 208 pgs.
Tradução de Ana Guadalupe.
O foco dos poemas desta autora nascida na Índia e naturalizada canadiana, é a sobrevivência, daí o título de outros jeitos de usar a boca, aborda a violência, o amor, a sexualidade. A autora dividiu o livro em quatro partes, sendo cada uma um foco diferente do sofrimento e da sobrevivência.

8.º -  Crer ou não crer
de Leandro Karnal (historiador, professor brasileiro) Pe. Fábio de Melo (padre católico, artista e escritor brasileiro)
Editado pela 'Planeta do Brasil'.
Ano 2017, 1ª edição, capa mole 192 pgs.
Originalmente escrito em português.
Livro que aborda o debate entre a crença numa divindade e o ateísmo, em ambas as situações os protagonistas deste debate literário sobre a fé, estão é pé de igualdade, nenhum tem provas de que existe ou não um ser supremo ou a vida eterna.

9.º -  Porque fazemos o que fazemos
de Mário Sérgio Cortella (pensador e ensaísta brasileiro)
Editado pela 'Planeta do Brasil'.
Ano 2016, 1ª edição, capa mole, 192 pgs.
Originalmente escrito em português.
O autor foca a importância de se ter um propósito na vida para que a possamos desenvolver e viver melhor connosco próprios, explica o porquê do tédio, e o mecanismo de realizar compromissos.


10.º -  A Revolução dos bichos
de George Orwell (escritor, jornalista e ensaísta irlandês)
Editado pela 'Companhia das Letras'.
Ano 2007, 1ª edição nesta editora, capa  mole 156 pgs.
Tradução de Heitor Aquino Ferreira.
O autor escreveu o livro em 1945, considerado uma das cem melhores obras da língua inglesa, Orwell criou um enredo onde os animais de uma fazenda (quinta) revoltam-se, utilizado como sátira à política da união soviética, no fim os animais criam uma sociedade tão corrupta como a sociedade dos humanos.


11.º -  As crónicas de Nárnia
de C. S. Lewis (professor, poeta e escritor britânico nascido em Belfast)
Editado pela 'WMF Martins Fontes'.
Ano 2009, 1ª edição nesta editora, capa mole, 752 pgs.
Tradução de Paulo Mendes Campos.
Trata-se de um conjunto de sete romances condensado aqui em um único volume, com histórias de ficção e fantasia, contendo uma mensagem de apologia de valores e principios de acordo com o pensamento do autor e da sua visão de mundo.

12.º -  Malala, A menina que queria ir para a escola
de Adriana Carranca (jornalista e escritora brasileira)
Editado pela 'CIA das Letrinhas'.
Ano 2015, 1ª edição nesta editora, capa mole, 96 pgs.
Originalmente escrito em português.
A jornalista brasileira que já presenciou os conflitos no Afeganistão no tempo dos talibãs, escreve aqui um livro para crianças ilustrando que há meninas que querem estudar e não as deixam, como no caso da corajosa Malala, que foi baleada e sobreviveu, sendo hoje uma estudante universitária em Inglaterra.

13.º -  Harry Potter e a criança amaldiçoada
de J. K. Rowling (roteirista e escritora britânica)
Editado pela 'Rocco Editora'.
Ano 2016, 1ª edição nesta editora, capa dura, 352 pgs.
Tradução de Anna Vicentini.
Neste novo livro da Saga, a autora mostra-nos um Harry Potter adulto, passados 19 anos, já casado e pai, tendo um trabalho nos ofícios da magia, todavia tem como desafio o modo como lida com o passado.

14.º -  O Pequeno principe
de Antoine de Saint-Exupery (aviador e escritor francês)
Editado pela 'Harper Collins Brasil'.
Ano 2015, 1ª edição nesta editora, capa mole, 96 pgs.
Tradução de Dom Marcos Barbosa.
O livro foi escrito em poesia em prosa, recheada de diálogos que tocam o âmago da pessoa humana, focam a essência e o fundamental do que de facto precisamos para sermos felizes e viver bem, a amizade, o amor e a lealdade.

15.º -  A Cabana
de William P. Young (escritor canadiano)
Editado pela 'Sextante'.
Ano 2008, 1ª edição nesta editora, capa mole, 240 pgs.
Tradução de Alves Calado.
Drama de ficção que relata o sequestro e rapto de uma jovem na sua casa de férias, tendo sido o seu corpo escondido numa cabana, o enredo relata um misterioso contacto.



Autor: Filipe de Freitas Leal

Contador de visitas Leituras visualizações

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.





Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário

Twitter Facebook blogger E-mail Print Friendly Favorites More

 
Projeto gráfico pela Free WordPress Themes | Tema desenvolvido por 'Lasantha' - 'Premium Blogger Themes' | GreenGeeks Review