10 ANOS

Desde julho de 2007 a debater ideias e a defender causas.

sábado, 9 de junho de 2012

Injustiça Social soma e segue em Portugal

Que a situação é difícil, já toda o povo sabe, e até na imprensa estrangeira comenta-se sobre a situação periclitante das finanças públicas, do desemprego e das reformas que geram ainda mais crise, com falência e com o desemprego a subir acima dos dois dígitos.
As capas dos jornais ao lado, que circulam no facebook, demonstram o que os contribuintes, reformados, desempregados, estudantes à procura do primeiro emprego, dos licenciados desempregados sofrem com tais políticas que além de serem agravantes, são indubitavelmente injustas e comprometedoras do futuro das gerações vindouras.
Mas o futuro dos dominantes, dos caudilhos, esse está garantido, com somas avultadas que rondam os 167.000 € mensais que é o caso do fundador do BCP Banco Comercial Português, por sinal muito acima das necessidades, contrastando com as necessidades de 1.200.000 desempregados que deixam de pagar a prestação da casa aos bancos, deixam de poder comprar alimentos para a sua prole e têm a vida adiada. Resta-no uma pergunta onde está a "Democracia" ou pelo menos a Equidade que se espera de uma reta justiça social?


Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - Convertido pelo Lince

ARTIGOS RELACIONADOS


0 comentários :

Enviar um comentário