sábado, 7 de abril de 2018

A Mentalidade de Quintal - As Fronteiras

Porquê não podemos estar informados e ter opinião da política internacional, do que se passa ao redor do mundo ou num outro país? Porquê não?
Não vivemos na aldeia global? Não são países democráticos? O debate não enriquece a democracia? Não entendo, sinceramente que não entendo a mentalidade de quintal (fronteiras),
onde cada um fecha os olhos para os dramas no quintal do vizinho.
Todos nós temos o dever de estar informados sobre a política internacional, pois sem isso, que consciência teremos se nos isolarmos no nosso quintal?
É essa mentalidade de quintal, da zona de conforto do arame farpado, que permite o atropelo aos direitos humanos, é essa mentalidade que fez surgir na Alemanha o III Reich do nazismo e permitiu o Holocausto, é essa mentalidade de quintal que deu força ao regime racista do Apartheid na África do Sul, e é essa mesma mentalidade de quintal, que fez o mundo ficar calado perante as Guerras Civis tais como da Bósnia-Herzegovina, da Síria ou do Yemen. Ora o mundo foi criado sem fronteiras, fomos nós que criámos fronteiras como se fossem quintais.
Hoje a luta é contra a "Escuridão" para não dizer "Trevas", e agora, rendo-me resignado ao pessimismo antropológico de Thomas Hobbes, que acreditava que o ser humano é inerentemente mau e vocacionado para destruir o bem, ou a luz que há nos outros.
Se os Seres Humanos fossem bons, não haveria o império da Lei sobre a natureza humana, mas até a Lei criada pelos Seres humanos, está voltada não para proteger os bons dos maus, mas para proteger os poderosos dos fracos, e, como a Justiça humana é cega, não conhece a luz e assim, impõe a escuridão aos que subjuga.

Autor: Filipe de Freitas Leal

Contador de visitas Leituras visualizações

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

Reacções:

1 comentários:

Sinesio Gomes disse...

As pessoas tendem a se isolar em suas bolhas e só conseguem enxergar o mundo sob a sua própria ótica.

Enviar um comentário

Twitter Facebook blogger E-mail Print Friendly Favorites More

 
Projeto gráfico pela Free WordPress Themes | Tema desenvolvido por 'Lasantha' - 'Premium Blogger Themes' | GreenGeeks Review