Raif Badawi o Direito de Ser Blogger

Somos todos Raif Badawi, se acreditamos que a liberdade de expessão é um direito inalienável da Pessoa Humana, então todos somos Raif Badawi.

O Humanismo

O Humanismo mais que uma ideologia é uma praxis ao alcance de cada um de nós, somos chamados a fazer o que estiver ao nosso alcance e de acordo com as nossas possibilidades em prol do bem comum.

A Terceira Idade e a Cultura Intergeracional

A revolução grisalha, e a cultura de uma sociedade intergeracional, juntanto-se a todo o conjunto de uma cultura de inclusão, a força da juventude e a sabedoria da idade produzem um mundo novo.

Solidariedade Social

A solidariedade social, mais que comunhão de esforços em prol de causas é o dar-se em prol dos nossos semelhante, é um dos temas centrais deste blog,.

Trabalhos Académicos, do Serviço Social e Sociologia à Ciência Política

Desde 2010 que o Etcetera, disponibiliza para consulta, um conjunto de estudos académicos de várias áreas da ciência, como sociologia, psicologia, ciência política, economia social entre outras.

Sugestões de Leitura - Lista de Livros

Lista de Livros, sugestão dos mais importantes da Literatura Universal e Humanista, o mais importante é ler bons livros e não sermos guiados pelos livros da moda.

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Bauman - Morreu o Pensador de Dois Séculos

Zygmunt Bauman, sociólogo e pensador polaco radicado no Reino Unido, faleceu em Londres onde residia há vários anos após ter-se exilado fugido das perseguições antissemitas do governo comunista de Varsóvia, teria antes de ir para a Inglaterra, vivido em Israel, mas foi na capital britânica que encontrou o espaço necessário para poder desenvolver o seu trabalho. Bauman nasceu em  1925 no seio de uma família judaica, foi professor catedrático em Varsóvia na cadeira de sociologia, é considerado um dos mais importantes pensadores e sociólogos que fez a ponte entre o fim do século XX e inicio do Século XXI, tendo deixado escrito mais de 60 livros dos quais se destacam a Modernidade Liquida e Amor Liquido.
Eu pessoalmente tomei conhecimento deste pensador e sociólogo já tarde, há um ano escrevi um artigo sobre ele e os seus mais importantes e interessantes livros, Bauman marca não pela maneira como escreve mas pela maneira que soube fazer passar a sua mensagem, quem lê a obra de Bauman, não pode e nem consegue permanecer o mesmo. O mundo ficou mais pobre, mas a sua passagem deixa um legado rico.


Autor: Filipe de Freitas Leal

Contador de visitas Leituras visualizações

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Mário Soares - Morreu o Guerreiro da Democracia

Mário Soares, cujo nome completo é  Mário Alberto Nobre Lopes Soares, filho de um ministro da I República, nasceu em Lisboa a 7 de dezembro de 1924 e morreu na tarde do ultimo sábado, 7 de janeiro de 2017, tendo  deixado um legado inegável na história de Portugal, sendo considerado o Pai da Democracia portuguesa, foi aliás dos lideres políticos da democracia após a Revolução dos Cravos o que mais se destacou, sendo o guerreiro que lutara pela democracia e fê-lo tanto contra o regime salazarista que lhe valeu o desterro, várias vezes a prisão (onde casou com Maria Barroso) e por fim o Exílio em Paris, tendo sido na Alemanha em 1973 fundara a ASP Ação Socialista Portuguesa e tornara-se a alternativa democrática ao regime fascista, tanto quanto após o 25 de Abril, quando lutou para  consolidar a democracia e afastar definitivamente o fantasma de um regime comunista. António José Saraiva afirmou num artigo de opinião no semanário Sol, que dos lideres dos partidos saídos do 25 de Abril, Mário Soares foi impar, Alvaro Cunhal lutou contra a ditadura, mas não era um democrata, Freitas do Amaral e Francisco Sá Carneiro apenas encarnaram a ala moderada do partido único  na Primavera Marcelista, não chegaram a lutar contra o regime e não se bateram pela democracia como Soares o fez.
Soares foi como já afirmaram várias vezes, tal como voltou a frisar José António Saraiva, diretor do semanário Sol, "era mais um Tribuno do que de um homem do poder", foi um homem de visão, a sua obra política que aliás é de extrema importância para a história recente de Portugal, resume-se a três grandes factos políticos:
1.°)  A criação em 1973 de uma oposição democrática que foi alternativa ao PCP, e que devido a isso teve o apoio dos principais lideres políticos da Europa;
2.°) A luta pela consolidação da democracia;
3.º) O projeto pelo desenvolvimento pela integração de Portugal na CEE e consequentemente do desenvolvimento econômico e social que daí advém.
Foi tal como disse ao assumir em 1986, o presidente de todos os portugueses, mas como é impossível agradar-se a todos, pelo que apesar de alguns que podem gostar pouco ou não gostar em absoluto de Mário Soares, sobretudo os que o acusam da culpa do modo como a descolonização em África foi feita, todavia devem reconhecer o inegável contributo por ter transformado um país atrasado numa democracia exemplar, democrática, livre, segura e tolerante.

Muitos jovens não sabem ao certo quem foi Mário Soares, no entanto a História não deixará de reverenciar a sua importância nos momentos históricos cruciais, tanto os vividos durante o regime fascista, como os da época complicada que foi o PREC - Processo Revolucionário em Curso, e por fim o Portugal moderno que é fruto da contribuição de Soares pela consolidação do regime democrático.
Os portugueses despedem-se homenageando Soares com aplausos misturados com um silêncio sentido






Autor: Filipe de Freitas Leal


Contador de visitas Leituras visualizações

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.