quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Poema # 55 - O Fogo Pelas Tuas Mãos

Que este dia esteja nas tuas mãos,
E que nelas se realizem os teus sonhos.
Sonhos como quem dominou o fogo
Antes da escrita,
Sonhos como quem viaja no Espaço
Depois da utopia.
Sonhos teus e nossos,
Sonhos de ontem, hoje e sempre,
Forjados na noite que dá à luz o dia,
Acordados na manhã da eternidade,
A dominar o eterno fogo,
Pelas tuas mãos.

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

0 comentários :

Enviar um comentário