sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Netanyahu Denuncia com Silêncio os Erros da ONU

Benyamin Netanyahu, impressionou os assistentes no seu discurso durante a 70ª Assembleia das Nações Unidas, ao fazer silêncio durante 45 segundos, como forma de protesto contra o Acordo Nuclear entre o Irão e as potencias mundiais reunidas no G5+1, que são os cinco membros com assentos permanentes no CS Conselho de Segurança da ONU, (Estados Unidos, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha) e o Irão, que chegaram a acordo no dia 13 de julho de 2015.
O Acordo Nuclear com o Irão, revela-se como um ato de total ingenuidade política e de falta de lucidez da diplomacia estadunidense, mas também de todos os que com assento na ONU lhe deram aval.
Benyamin Netanyahu cobre-se totalmente de razão da cabeça aos pés, ao denunciar um silêncio sistemático e ensurdecedor dos países representados na ONU, face às ameaças iranianas ao Estado de Israel e ao seu povo, sem falar que as Nações Unidas, são o organismo que por sua vez, coloca ou retira determinados estados da lista de apoiantes do terrorismo consoante interesses geopolíticos, económicos ou meramente para seguir a batuta dos EUA.
As decisões diplomáticas estadunidenses e europeias, têm revelado nos últimos 30 anos, como sendo a principal causa dos principais conflitos,como por exemplo a Guerra Civil Síria e o surto de refugiados para a Europa.


Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

0 comentários :

Enviar um comentário