Raif Badawi o Direito de Ser Blogger

Somos todos Raif Badawi, se acreditamos que a liberdade de expessão é um direito inalienável da Pessoa Humana, então todos somos Raif Badawi.

O Humanismo

O Humanismo mais que uma ideologia é uma praxis ao alcance de cada um de nós, somos chamados a fazer o que estiver ao nosso alcance e de acordo com as nossas possibilidades em prol do bem comum.

A Terceira Idade e a Cultura Intergeracional

A revolução grisalha, e a cultura de uma sociedade intergeracional, juntanto-se a todo o conjunto de uma cultura de inclusão, a força da juventude e a sabedoria da idade produzem um mundo novo.

Solidariedade Social

A solidariedade social, mais que comunhão de esforços em prol de causas é o dar-se em prol dos nossos semelhante, é um dos temas centrais deste blog,.

Trabalhos Académicos, do Serviço Social e Sociologia à Ciência Política

Desde 2010 que o Etcetera, disponibiliza para consulta, um conjunto de estudos académicos de várias áreas da ciência, como sociologia, psicologia, ciência política, economia social entre outras.

Sugestões de Leitura - Lista de Livros

Lista de Livros, sugestão dos mais importantes da Literatura Universal e Humanista, o mais importante é ler bons livros e não sermos guiados pelos livros da moda.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Livros - Ciência Política - Sousa Lara

Ciência Política – Estudo da Ordem e da Subversão, é o título de um excelente compêndio, que foi o meu manual na faculdade na disciplina da Introdução à Ciência Política, que já vai na 6ª edição, cujo autor é o Professor Doutor António de Sousa Lara, do ISCSP Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, que segundo o autor foi escrito para auxiliar os seus alunos, como um manual que preenche o lugar vazio das sebentas de antigamente.
O Livro é composto por três partes, a primeira trata da ‘Metodologia e ideologia’, a segunda é sobre ‘O poder no Estado’, e a terceira e última parte é sobre ‘A subversão e o Estado’, tendo no entanto o conjunto das partes do livro, um total de 38 capítulos em aproximadamente 700 páginas, editado pelas Edições ISCSP.


Editora: Edições ISCSP
Coleção: Manuais Pedagógicos
Páginas: 700
Preço: 21.20 € no Site do ISCSP.

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Cartoon # 10 - O Papa na Terra Santa


Diálogo entre o Papa Francisco I e o Primeiro ministro de Israel, Netanyahu:
O Papa: "Porquê este muro em Israel?
Netanyahu: "Porquê vidros à prova de bala no Papamóvel?

Este artigo respeita as normas do Novo Acordo Ortográfico
contador de visitas Pessoas viram este artigo Pessoas visitaram está página

Sobre o Autor

 - Nasceu em 1964 em Lisboa, é estagiário em Serviço Social, numa ONG, tendo se licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa - ISCSP/UL, Fundou este blog em 2007, para o debate de ideias e a defesa do ideal humanista, edita ainda outros blogs, desde filosofia à teologia e apoio autodidático. (ver o Perfil)

Música - Cold Play - The Scientist

The Scientist

Come up to meet you, tell you I'm sorry
You don't know how lovely you are
I had to find you, tell you I need you
Tell you I set you apart

Tell me your secrets and ask me your questions
Oh, let's go back to the start
Running in circles, coming up tails
Heads on a science apart

Nobody said it was easy
It's such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard
Oh, take me back to the start

I was just guessing at numbers and figures
Pulling the puzzles apart
Questions of science, science and progress
Do not speak as loud as my heart
But tell me you love me, come back and haunt me
Oh and I rush to the start
Running in circles, chasing our tails
Coming back as we are

Nobody said it was easy
Oh, it's such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be so hard
I'm going back to the start

Oh ooh, ooh ooh ooh ooh
Ah ooh, ooh ooh ooh ooh



O(A) Cientista

Vim para encontrar-te e dizer que lamento
Tu não sabes o quão amável és,

Tenho que te encontrar, e dizer que preciso de ti
E dizer-te que escolhi a ti.

Conta-me os teus segredos, faz-me perguntas
Oh, vamos voltar para o começo
A Correr em círculos, a perseguir a cauda
Cabeças num silêncio à parte

Ninguém disse que seria fácil
É uma pena nós nos separarmos
Ninguém disse que seria fácil
Ninguém jamais disse que seria tão difícil assim
Oh, leva-me de volta ao começo

Eu só estava a pensar em números e figuras
A por de parte os teus puzzles,
Questões da ciência, ciência e progresso
Não falam tão alto quanto o meu coração
Diz-me que amas-me, volta e surpreende-me
Oh, quando eu corro para o começo
A correr em círculos, a perseguir a cauda
E a voltar a ser tal como éramos

Ninguém disse que era fácil
É uma pena nós nos separarmos
Ninguém disse que era fácil
Ninguém jamais disse que seria tão difícil assim
Eu estou a ir de volta para o começo

Oh ooh, ooh ooh ooh ooh
Ah ooh, ooh ooh ooh ooh

Antissemitismo - Um Problema de Todos Nós.

A crescente onda de Antissemitismo, que ressurge no solo europeu, não deve ser encarada como um problema apenas dos judeus. É antes de tudo um problema nosso, de todos, de cada um de nós, enquanto cidadãos e pessoas humanas que somos, cabe a todos defender o património comum dos Direitos Humanos, unidos e de uma forma coesa, a uma só voz, mesmo dentro de todo o pluralismo que naturalmente há e deve haver, mas não fragmentados por categorias. Todos somos um.

Enquanto inebriados pelas vitórias futebolísticas, pela febre do consumo possível e pelos espetáculos televisivos, a Europa corre perigo de guerra na Ucrânia, a xenofobia, o racismo e o antissemitismo ganham terreno de uma forma veloz e cada vez mais agressiva, para não dizer avassaladora, judeus tem sido atacados e mortos, à luz do dia em pleno coração da civilizada Europa, que neste domingo deu a vitória à Extrema Direita em França, na Dinamarca e noutros países com votação expressiva como a Holanda a Alemanha e a Grécia.

Como disse acima há o crescente perigo de voltarmos a ver no solo europeu, uma guerra fratricida, mais exatamente na Ucrânia, a tensão aumenta, e meras manifestações atingem as dezenas de mortos, mas mesmo que de uma só vitima se tratasse já seria preocupante o bastante, e na Europa comunitária as pessoas não se apercebem que estão a ser manipuladas em direção a uma catástrofe, o objetivo fundamental de tudo isto é o enfraquecimento político e económico de Toda a Europa em primeiro lugar e da Democracia como regime, em prol de interesses políticos e económicos, que se jogam no xadrez da Geopolítica da guerra e de grandes interesses económicos que os sustêm, enquanto isso, os judeus, os imigrantes, as minorias, os pobres e toda a sorte de excluidos voltam a ser o bode expiatório que é alimentado pela massa ignorante e sedenta de expetáculo.

Estejamos atentos, e que ninguém nos diga por onde ir, se não for deveras o caminho que devemos humanamente seguir, em direção a um porto seguro em que os seres humanos estejam todos em primeiro lugar nas agendas politica, social e económica, que as preocupações sejam antes a da inclusão e do Humanismo na promoção do  bem-estar social, de modo equilibrado pela balança da justilça social, mas isto depende do nosso querer e da capacidade que teremos ou não de estar conscientes e atentos aos rumos políticos que nos propõem.

Por Filipe de Freitas Leal


Este artigo respeita as normas do novo Acordo Ortográfico.





Sobre o Autor

 - Nasceu em 1964 em Lisboa, é estagiário em Serviço Social, numa ONG, tendo se licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa - ISCSP/UL, Fundou este blog em 2007, para o debate de ideias e a defesa do ideal humanista, edita ainda outros blogs, desde filosofia à teologia e apoio autodidático. (ver o Perfil)

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Nasce a Secção "Arte & Cultura"

Nova Apresentação do Blog
Certamente alguns dos leitores terão ficado surpresos, mudou o logotipo e agora o blog Arte & Cultura está inserido dentro de O Blog Humanista.

Hoje estamos a revelar uma mudança de rumo, mas mantendo a vocação universalista do Blog, através de secções como esta de Artes & Cultura, para artigos especificamente dedicados à arte e à cultura, deixando de estar num blog à parte, integram hoje o blog nesta nova secção.

Estamos a trabalhar na adaptação do blog, em todas as suas mais diversas formas, e ainda o de se fazer a revisão e atualização de artigos e reestruturar o blog às necessidades e gosto doe leitores.

Está é apenas uma de outras secções que nascem no blog, tais como secções diferentes e temáticas, como o Músicas & Festivais, a Universidade UHL, e o ‘Pensamentos Manuscritos’ que é a Secção exclusivamente de opinião, e tudo isto acontece na sequência das comemoração do 7.º aniversário d'O Blog Humanista, bem como da continuidade do debate na blogosfera para a defesa ideias e causas de cariz humanista.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Poesia - E Não Sobrou Ninguém - Martin Niemöller

Martin Niemöller(1892-1984) nascido na Alemanha, foi um pastor luterano, que não aceitou submeter a sua igreja ao regime nazista do III Reich, que impunha a adulteração da teologia cristã ao serviço dos interesses ideológicos arianos, foi perseguido e preso por duas vezes, sendo que da ultima Hitler não aceitou a sua libertação após o cumprimento da pena, enviando-o como prisioneiro pessoal para um campo de concentração, o último dos quais em Daschau, onde esteve até ao fim da II Guerra Mundial.

Este sacerdote protestante foi um exemplo de luta, consciência civica e humanismo, que soube levar até às últimas consequencias. Sobreviveu no entanto e ficou famoso pela sua luta e pelo modo coerente como viveu.

O poema abaixo é adaptado de um outro do mesmo nome, da autoria de Vladimir Maiakovski. 

E não sobrou ninguém

"Quando os nazistas levaram os comunistas,
eu calei-me, porque, afinal, eu não era comunista.
Quando eles prenderam os sociais-democratas,
eu calei-me, porque, afinal, eu não era social-democrata.
Quando eles levaram os sindicalistas, eu não protestei,
porque, afinal, eu não era sindicalista.
Quando levaram os judeus, eu não protestei,
porque, afinal, eu não era judeu.
Quando me levaram, 
não havia mais quem protestasse"

Autor Filipe de Freitas Leal


Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Música - O Melhor da Música Clássica

Eis aqui para ouvir durante uma hora, as mais famosas e belas músicas clássicas, desde Bach a Chopin, passando por Bethoven, Mozart, Tchaikovsky, Vivaldi, Bizet, entre outros, onde se poderá ouvir desde o Barroco ao Romantismo. Desfrute e partilhe.

domingo, 18 de maio de 2014

Música - John Lennon - Happy Xmas

"Acima de tudo a paz, no coração dos homens, mesmo nos mais simples", a propósito do Natal e desta música que é dedicada à respectiva quadra. A música de John Lennon, aqui numa versão a motivar o apelo pela Paz no Mundo, é talvez uma das melhores formas de se comemorar a quadra Natalícia e de desejar um feliz Ano Novo a todos.
John Lennon - Happy Xmas (War is Over)
So this is Christmas
And what have you done?
Another year over
And new one just begun.
And so this is Christmas
I hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young.
A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear.
And so this is Christmas (war is over...)
For weak and for strong (if you want it...)
The rich and the poor one
The world is so wrong.
And so Happy Christmas
For black and for white
For the yellow and red one
Let's stop all the fight.
A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Lets hope it's a good one
Without any fear.
And so this is Christmas
And what have we done?
Another year over
And new one just begun... 
And so Happy Christmas
We hope you have fun
The near and the dear one
The older and the young.
A very Merry Christmas
And a Happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear.
War is over If you want it War is over Now



Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Exposição Anne Frank - Uma História para Hoje

Estará patente ao público na Biblioteca da FLUL, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, a Exposição Anne Frank – Uma História para Hoje, que decorrerá de 5 a 16 de maio, trata-se de uma exposição que é cedida pelo projeto Aprender Direitos Humanos – Passado e Presente, a Associação Internacional Intercultural Projects and Research  e Anne Frank House.

Este tema sobre Anne Frank, é pertinente precisamente numa altura em que a Europa se debate com uma onda crescente de movimentos xenófobos, racistas e antissemíticos por toda a europa, para que casos como o Holocausto nazista não se repita, é necessário de facto uma educação para os Direitos Humanos, e mais, diria mesmo que para o combate aos preconceitos face à diferença, seja de que ordem for, e também poder promover uma atitude inequívoca de integração numa práxis humanista e é precisamente por isso que este blog associa-se ao evento.

Haverá inúmeras atividades, diferenciadas de 5 a 15 de maio, entre elas, visitas guiadas à exposição, debates, sessão de cinema, Workshops, vejam o programa no link abaixo.

Comissão organizadora:
Isabel Lousada (CESNova/CLEPUL/AMONET)
Maria João Coutinho ( Biblioteca FLUL) e
Ana Isabel Judice (JFO)






Programa:Agenda da Exposição Anne Frank - Uma História para Hoje.


Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.