10 ANOS

Desde julho de 2007 a debater ideias e a defender causas.

terça-feira, 4 de março de 2014

Francisco, o Papa Humanista

O Papa Francisco, veio da América Latina, para surpreender os cristãos da Europa e do Mundo, com a sua atitude humilde e simples, mas determinado em mudar o rosto da Igreja, dando-lhe uma nova dinâmica e uma maior dimensão, ao centralizar a pessoa humana de forma mais enfática nos seus discursos.

Eu diria que na minha opinião, poderia chamar claramente este Papa, como sendo um Humanista, num dos seus discuros inflamados, deixa perceber o cerne da sua ideologia que é o de recolocar a igreja a serviço da Pessoa Humana, não raras vezes, arrisca-se, não menos vezes faz discursos que teimam (e bem) em lutar contra um Stauo Quo.


Um homem não é apenas o reflexo das suas ações, mas acima de tudo, eu creio que um Homem é a coragem das suas palavras, pelas quais se compromete, e essa forma destemida de ser e de falar, é a marca Humanizadora de Francisco I, nas palavras abaixo reproduzidas podemos sentir, essa sua energia, e ele diz o seguinte:


"Não chores pelo que perdeste, luta pelo que tens,

Não chores pelo que está morto, luta por aquilo que nasceu em ti,
Não chores por quem te abandonou, luta por quem está contigo,
Não chores por quem te odeia, luta por quem te quer,
Não chores pelo teu passado, luta pelo teu presente,
Não chores pelo teu sofrimento, luta pela tua felicidade,
Com as coisas que vão acontecendo, aprendes que nada é impossivel de solucionar, apenas segue em frente"

De Filipe de Freitas Leal


Este artigo respeita as normas do novo Acordo Ortográfico.

contador de visitas Pessoas viram este artigo

Sobre o Autor


 - Nasceu em 1964 em Lisboa, é estagiário em Serviço Social, numa ONG, tendo se licenciado pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa - ISCSP/UL, Fundou este blog em 2007, para o debate de ideias e a defesa do ideal humanista, edita ainda outros blogs, desde filosofia à teologia e apoio autodidático. (ver o Perfil)

0 comentários :

Enviar um comentário