10 ANOS

Desde julho de 2007 a debater ideias e a defender causas.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Um Novo Recomeço - Chegou o Ano Novo de 2012

Chegou o Novo Ano de 2012, começa agora mais uma vez a contagem dos dias e das épocas de mais um ano nas nossas vidas.
Após um ano inteiro com altos e baixos, mas onde a crise económica mundial e das crises financeiras dos Estados bem como o medo de um colapso do Euro fizeram-nos querer ver pelas costas 2011. Sem falar de conflitos armados que no entanto trouxeram se não a liberdade para todos os povos árabes oprimidos da Tunisia, do Egito, do Iemen e também da Libia, deixando pelo menos a possível perspectiva de uma libertação na Síria, mas a duras penas, o que muito emociona a opinião publica mundial.
As catástrofes naturais também se fizeram sentir o ano passado, sobretudo o tsunami do Japão e os muito terramotos que se fizeram sentir um pouco por todo o lado, o que esperamos é que a terra faça tréguas neste no ano aos Seres Humanos.
O Ano Novo é o ponto de partida para um recomeço, e é carregado de Simbolismo e no aspecto psicológico influencia e muito, o modo como reagimos aos nossos momentos mais difíceis, trazendo o animo necessário para mudarmos muita coisa que esteja errado na nossa vida, para reforçarmos de forma mais marcante e positiva as nossa novas atitudes e mais que tudo, aproveitar o embalo para fazer contas à vida de uma forma retrospectiva e relançar as bases de um projeto de vida.
Os países em tempo de crise também o fazem, e devem fazê-lo para não se perder as sinergias lançadas pelas festas de fim de ano.
Esperemos que se encontrem caminhos na política, na economia e de forma geral na sociedade para reagirmos às dificuldades e obstáculos que se avizinham e que sabemos de antemão não serão "pêras doces" essa ficaram para trás na consoada de Natal, as doze passas do Ano Novo regadas a Champanhe, cujo significado é o de fazermos pedidos de bom augúrio para o Ano que nasce, bem poderiam ter sido 24, pois vamos mesmo de precisar reforçar ânimos psicológicos, esforços físicos e fé.
Nestes momentos de crise é que pomos à prova a nossa capacidade de Humanismo, a prática da solidariedade com os mais fracos, o reforçar das nossas energias em prol de projetos comuns de solidariedade social, mas também reforçar as amizades, reforçar a capacidade de amar e de crer que tudo é passageiro, mas o que fica é o que verdadeiramente sentimos com o nosso coração e é isso que levamos.

Um bom Ano.

          

2 comentários :

vamos lá ver se 2012 será melhor que 2011 :) Bom Ano

Caro Fabio Ruben Paulos,

Obrigado pela mensagem, quanto a 2012 acho que estamos todos no mesmo barco, a torcer para ser o melhor possível.

Meus melhores cumprimentos

Filipe de Freitas Leal

Enviar um comentário