domingo, 20 de fevereiro de 2011

Livros - A Era da Incerteza - de John K. Galbrith

Já passaram muitos anos, mas lembro-me quando era ainda um adolescente, de ouvir falar de um economista canadiano de nome John Kenneth Galbrith, e depois de ver o livro "A Era da Incerteza" nas estantes e montras das livrarias paulistanas, era onde eu morava na altura; passava muito pela "Livraria Cultura" e pela "Livraria Saraiva" sem falar das férias que passava na Biblioteca Mário de Andrade em São Paulo em meio a livros, enciclopédias e atlas, viajava pelo mundo dentro de uma biblioteca.

Os anos passaram, regressei a Portugal, Galbrith morreu em 2006, e o Mundo está totalmente diferente, mais desenvolvido tecnológicamente é claro, mas uma coisa me chamou a atenção, é de que um livro que era sobre a história do pensamento económico ao longo dos séculos, que também falava sobre política internacional e um sem numero de implicações socio-económicas e políticas na conjuntura global, continua atual pela sua natureza e pelo seu titulo.

A incerteza é agora maior que antes, vimos a crise do petróleo, o fim da URSS, a independência de vários países da esfera soviética, o desmembramento da Jugoslávia, com a sangrenta guerra da Bósnia, mais tarde também do Kosovo, o 11 de Setembro e a desastrosa política estadunidense do "Eixo do Mal" com a guerra interminável no Afeganistão e Iraque, estamos a ver a agitação social e política no mundo árabe, mesmo à nossa beira e não sabemos como irá acabar, a crise financeira iniciada nos Estados Unidos em 2008, já arruinou a economia de países como o Equador, Islândia, Ucrânia, Grécia, Irlanda, Portugal está com a corda no pescoço e a Espanha na corda bamba.

Se há algo que os políticos devem aprender, é a não repetir erros do passado, a humanidade já chegou a um desenvolvimento tecnológico que se mostra escravo dos interesses económicos de grandes grupos, apenas pelo lucro ou pela guerra, quem sofre irreversivelmente é o planeta e as gerações futuras.

A desflorestação, a extinção de inúmeras espécies, o esgotamento da água potável, a erosão dos solos, o degelo das calotas glaciares entre tantos outros males, tornam impossível prever uma saída para isto a curto prazo e o que se pode prever de facto é a incerteza que vivemos e em que viverão as gerações futuras.

Portugal:

Editora: Moraes Editores (1980)
Coleção: Mundo Imediato - nº 6
Páginas: 324
Preço: Esgotado (Pode ser encontrado no Alfarrabista: Livraria Avelar Machado

Brasil:

Editora: Pioneira (1980)
Coleção: Economia
Páginas: 320
Preço: Esgotado (Pode ser encontrado na Internet: Estante Virtual

Autor Filipe de Freitas Leal

Sobre o Autor

Filipe de Freitas Leal nasceu em Lisboa, em 1964, estudou Serviço Social pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. Estagiou como Técnico de Intervenção Social numa Instituição vocacionada à reinserção social de ex-reclusos e apoio a famílias em vulnerabilidade social, é blogger desde 2007, de cariz humanista, também dedica-se a outros blogs de temas diversos.

Reacções:

1 comentários:

Anónimo disse...

Wоw, marvelous blog lаyout! How long haѵe yоu
been blogging for? уou made blοggіng
look easy. Thе overall look of yоur ωebsite is excellent, lеt alone the cοntent!


my web site - how to make money buying and selling cars for profit

Enviar um comentário

Twitter Facebook blogger E-mail Print Friendly Favorites More

 
Projeto gráfico pela Free WordPress Themes | Tema desenvolvido por 'Lasantha' - 'Premium Blogger Themes' | GreenGeeks Review